Esteira Com Suporte Parcial De Peso

Saiba como funcionam os tratamentos através do treino locomotor com suporte de peso corporal

O treino locomotor com suporte de peso corporal, mais conhecido como TLSP, tem ajudado consideravelmente na reabilitação de pessoas que possuem lesão na medular. O método tem sido usado há cerca de 20 anos como suporte para pacientes que sofrem de algum tipo de patologia neurológica.

O objetivo deste treino é auxiliar na reintegração do convívio familiar, social e profissional e desenvolver o máximo possível o potencial residual do organismo. A neurofisiologia explica que as respostas motoras vêm do movimento contínuo da esteira. Além disso, as passadas repetidas são um estímulo aos circuitos neurais que controlam a locomoção.

O primeiro pesquisador a utilizar o TLSP foi o canadense Huges Barbeau, que estudou o método inicialmente com gatos que possuíam lesão medular. Os felinos adultos estavam com a lesão já bem desenvolvida e não conseguiam mover suas patas traseiras. Após sete meses de testes, o resultado foi o seguinte: por serem estimulados a andar com o suporte de peso na esteira, os gatos conseguiram dar passadas com as patas que possuíam lesão.

Onde Cotar

esteira com suporte parcial de peso Esteira Com Suporte Parcial De Peso
NOTA
COTAÇÃO
PREÇO
avaliacao 1 Esteira Com Suporte Parcial De Peso
centauro 1 Esteira Com Suporte Parcial De Peso
CONSULTAR
avaliacao 1 Esteira Com Suporte Parcial De Peso
magalu logo Esteira Com Suporte Parcial De Peso
CONSULTAR
Medalha Esteira Com Suporte Parcial De Peso
netshoes descontos Esteira Com Suporte Parcial De Peso
CONSULTAR
avaliacao 1 Esteira Com Suporte Parcial De Peso
carrefour Esteira Com Suporte Parcial De Peso
CONSULTAR

Lesão incompleta

No caso de pacientes com a lesão incompleta, o treino locomotor com suporte de peso corporal pode ser ainda mais benéfico, já que a reabilitação é feita principalmente através da plasticidade neural. Assim, o paciente aprende um novo padrão de marcha por meio de inputs sensoriais específicos que se associam à prática repetitiva e o desempenho de uma tarefa motora.

As melhoras nestes pacientes são percebidas principalmente na biomecânica dos membros inferiores, tais como pelve e tornozelo. Isso acontece devido ao aumento da amplitude no movimento das articulações e também na estabilidade percebida durante a marcha, graças à força destes membros. O controle motor também apresenta melhora significativa, já que se verifica que a velocidade e a independência da marcha aumentam.

Outros ganhos referentes à utilização deste treino são o ganho de capacidade aeróbica, a melhora da autoimagem e autoestima, a satisfação com a vida, a redução do risco de doenças cardiovasculares e a manutenção da densidade mineral óssea através do efeito mecânico pela contração muscular.

Um Comentário

  1. Ola, tenho interesse em adquirir o TLSP. Onde posso encontra-lo? Obrigada.